25 de jan de 2012

APELO DE UMA PSICÓLOGA PARA OS PACIENTES QUE QUEREM FAZER A CIRURGIA BARIÁTRICA....




Caros amigos, venho através deste simples desabafo, expressar uma experiência que tive hoje em meu consultório. Esta experiência me fez pensar, refletir de várias formas, e compartilhar com todos sobre a importância do pré-operatório. Desta forma, espero poder conscientizar melhor as pessoas que buscam fazer a cirurgia bariátrica.

Nesta manhã uma paciente obesa, me procurou para fazer consulta e orientação quanto à cirurgia, com menos de 15 minutos de sessão, ela tirou o papel da bolsa, e disse que tinha me procurado para assinar o laudo do convênio. Expliquei como funcionava o nosso trabalho de equipe,o tempo e o número de sessões que é proposto no pré-operatório. Também orientei a paciente que se não fosse desta forma, não poderia assinar. Mesmo porque, temos todo um trabalho regrado e com toda uma equipe por trás, e para isso precisava me reportar a todos, sobre o seu caso. A paciente não entendeu tal situação, ficando transtornada, chegando a chorar. Tentei acalmá-la, e explicar a importância do preparo psicológico e nutricional, porém era em vão. Ela não me ouvia. Alterada em sua indignação não escutava uma só palavra que eu dizia, somente me pressionava para que eu fizesse e assinasse o laudo. Outras, vezes, chegou a dizer que estava pagando a sessão e que eu tinha que assinar o papel do convênio.

Caros amigos, principalmente aqueles que pensam em fazer a cirurgia bariátrica. Venho dizer a vocês humildemente essas palavras: Esta cirurgia não é uma cirurgia qualquer, é uma cirurgia séria. Seja qual for a técnica que seu médico irá usar, são todas invasivas e causam mudanças no organismo.

Não vão pelas aparências ou pela vaidade. A cirurgia não é estética. Ela faz parte de toda uma mudança, principalmente no comportamento alimentar. A cirurgia não é um milagre, e muito menos mágica. O sucesso vem do seu esforço, da sua força de vontade, e principalmente da sua disciplina no dia a dia.

 Deixo bem claro. Não sou contra!!! Trabalho com isso desde 2006. Porém, quero conscientizá-los que a vida de vocês não se resumem apenas em um papel, ou 15 minutos de sessão com a psicóloga. 

É preciso fazer todo um trabalho de orientação, conscientização, treino do comportamento alimentar, desenvolver o auto-controle, aprender a lidar com a ansiedade e com as frustrações; dentre outros fatores. A mudança é radical principalmente no primeiro mês. Você vai ter que aprender a comer novamente. Além disso o paladar muda, a imagem corporal que tem de si, também muda com o tempo. A pessoa que opera, vai precisar de estruturas psicológicas para se adaptar a nova vida. Vai ter que aprender a comer da maneira correta, como nunca aprendeu antes, caso contrário, terá problemas no futuro. Aqueles pacientes obesos que apresentem comportamentos compulsivos, ou transtorno compulsivo, necessitam mais ainda, da ajuda do psicólogo e do psiquiatra, principalmente depois de operado. O acompanhamento terapêutico por um bom tempo irá ajudar a prevenir outros problemas psicológicos. Depois de operado a compulsão na alimentação até melhora, porém pode se desenvolver ou descolar em outras formas, tais como: bulimia, compras desnecessárias,alcoolismo, dentre outros. 

Peço que antes de tomarem qualquer decisão, pesquisem, leiam, conversem com pessoas que já fizeram, aprendam com elas os erros que cometeram, e tente fazer a diferença na sua vida. 

Sintam a competência e a confiança da equipe com quem irá fazer a sua cirurgia. Dê preferência, para profissionais especializados e que trabalham em equipe. 
Todos integrados no seu sucesso.

 Amigos, é sério!!! È a vida de vocês que esta em jogo. 

Graças a Deus, nas mãos de excelentes médicos que temos por todo o Brasil, o número de morte é pequeno, porém existe!!! E vocês não querem que este pequeno número, batam na suas casas. ...uma vez que tomada a decisão, não haverá espaço para o arrependimento.

Não acreditem em coisas fáceis, propagandas enganosas, e muito menos em profissionais que estejam mais preocupados em comercializar a cirurgia, do que o sucesso do paciente. A tua vida é única!!!. 

É uma pena que alguns obesos ainda acreditam que a cirurgia seja uma solução para todos os seus problemas. Muitos deles, a fazem sem preparo nenhum e acabam por indisciplina ou falta de orientação, adquirindo complicações graves no pós-operatório. 

Outro fator importante que pretendo abordar com tristeza, é o empenho do paciente durante o preparo. No meio de tantas orientações, e exercícios, treinamentos para fazer em casa, acabam deixando que o vício do alimento fale mais alto, fazendo despedidas de comida ou não aderindo ao preparo. Nós profissionais não temos controle do paciente da porta pra fora do consultório. Algumas vezes, ao saber que um paciente passou em preparo comigo e que voltou a engordar, sinto uma grande frustração, como se eu tivesse perdido todo meu tempo e dedicação de um trabalho em vão.

Não fechem seus olhos diante da ansiedade de operar. Não deixem os impulsos dos desejos falarem mais alto que a tua consciência. Tenham tempo para conhecer melhor tudo sobre a cirurgia, seja ela do estômago ou do intestino.  
Não tenham pressa para fazer.

O desejo de mudar tem que vir de dentro de você. Muito mais forte que a preocupação para emagrecer. Muito mais forte que ceder as vontades e desejos aos alimentos saborosos. 

O emagrecimento saudável e duradouro virá da sua força de vontade em querer mudar todo o comportamento alimentar.

Faça desta cirurgia uma aliada. E não mais uma tentativa pra emagrecer, dentre outras tantas que você já fez. Não é tão simples assim. Esteja disposto a mudar de vida, já no preparo. Faça várias sessões quantas forem necessárias com psiquiatra, psicóloga, nutricionista, até que haja uma mudança no comportamento alimentar para o resto da sua vida.
 
Não sei se esta carta será bem vista, aos olhos daqueles que ansiosamente querem operar.

Mas tento nessas singelas palavras acalmar os seus corações.

Se Deus colocou esta cirurgia na sabedoria dos homens, foi para que ela ajudasse muitas pessoas obesas a aliviar seu grande sofrimento.

Não deixem que o papel seja mais importante do que a tua vida. 

O investimento que você irá fazer durante o preparo pode ser caro, mas vale a pena!!! 

Lembre-se é a sua última chance para mudar!!!

Com carinho

Psicóloga Ivanimeire Grossi
Psicóloga da Equipe Pró-Gastro.